Notícia

Rotulagem In-Mold Label
    rotulagem

    O que você precisa saber sobre In-Mold Label

    Dentre os tipos de decoração de embalagens, um dos que mais cresce no mundo é o In-Mold Label (IML). Como o próprio nome em inglês sugere, trata-se da inserção do rótulo no interior da cavidade do molde no momento em que frascos, potes e garrafas são transformados. Lá, por sucção ou por estática, o rótulo, geralmente impresso em substratos fílmicos, permanece posicionado. Quando a resina, ainda fundida, encontra-se com o rótulo, há uma adesão permanente da decoração com a parede das embalagens.

    Por essas características, o IML é uma solução adequada para embalagens que transitam pela cadeia do frio, como as sobremesas individuais , e também para aplicações para as quais se optar por uma rotulagem indelével. Como benefício adicional da adoção desse tipo de rótulo pode-se mencionar a estratégia de algumas marcas de aplicar nele - e não na embalagem em que será aplicado - a barreira de proteção necessária para a preservação do produto.

    Atualmente, é possível decorar com IML embalagens produzidas pelo sistema de injeção, sopro e termoformagem. No Brasil, com raras exceções, predominam as soluções para injeção, mais consolidadas em nosso país. Os princípios básicos da rotulagem, contudo, são muito similares.

    Como funciona

    Ao contrário do que ocorre com rótulos autoadesivos, os IML não são fornecidos em bobinas. Nesse aspecto, assemelham-se aos rótulos aplicados com cola (cut and stack), pois já vêm cortados no formato final, e são alimentados em pilhas acomodadas num dispositivo (magazine) posicionado ao lado de onde será feita a rotulagem.

    Os rótulos, então, são apanhados no magazine, um a um, por um robô, que os insere em alta velocidade nas cavidades do molde onde a peça será formada. Ao entrar em contato com a resina quente, o rótulo funde-se de forma definitiva* com as paredes da embalagem. Por isso, o IML dificilmente delamina, e possui elevada resistência ao atrito, à umidade e ao contato com produtos agressivos - especialmente quando a impressão é feita pelo verso do substrato (a parte que ficará em contato com a parede da embalagem).

    Por não haver uso de adesivos na aplicação, não há também contaminantes no processo de reciclagem. Dessa forma, para que a embalagem componha um sistema ótimo do ponto de vista da sustentabilidade, recomenda-se especificar os rótulos em material compatível com a embalagem. Esse é um dos motivos por que os filmes mais usados para impressão desse tipo de rótulo são aqueles feitos com poliolefinas.

    A decisão sobre a utilização de IML depende, entretanto, de análises criteriosas que considerem todo o sistema de embalagem, e que (preferencialmente) envolvam todos os elos da cadeia produtiva.

    Como os rótulos são aplicados ainda na etapa de transformação, as embalagens chegam aos clientes já decoradas, e eliminam a necessidade de se fazer a rotulagem na linha de envase, liberando espaço e reduzindo despesas com equipamentos, energia e mão de obra. Com isso, o brand owner vê-se livre, também, das perdas na etapa de aplicação.

    Em contrapartida, como as peças já vêm rotuladas para as linhas de envase, será preciso manter em estoque embalagens já decoradas para cada variante de produto, o que pode aumentar a área de armazenagem necessária. A eficiência das linhas do transformador são elemento importante de decisão, já que a inserção dos rótulos nas cavidades do molde torna os ciclos de transformação mais lentos - o que se agrava quando se usam robôs inadequados, que podem aumentar também as perdas por posicionamento incorreto do IML.

    * Normalmente concebidos para que tenham adesão permanente nas embalagens, os rótulos in-mold podem ser desenvolvidos com características especiais que reduzam essa característica em virtude de demandas do brand owner. É o que ocorreu, por exemplo, na linha de sorvetes Nestlé, da Froneri, que incorporaram a pazinha necessária para o consumo do produto à tampa do pote. Para que pudesse ser facilmente retirada, foi preciso impedir que, na área do talher, o rótulo grudasse em definitivo. Leia aqui essa história .

     

    Compartilhe
    11 votos
    TAGS: decoração, impressão, in-mold label, in-mold, rotulagem

    Não encontrou o que procura?

    Escreva abaixo os assuntos sobre embalagens que você gostaria de ver por aqui.

    Isso também pode te interessar